Você já percebeu onde está agora?

O que pode ser feito?

Estamos inexoravelmente presos a uma teia